Blog Educação Ambiental Crítica: uma auto-análise necessária

O blog Educação Ambiental Crítica, ultrapassou o número de 5000 vistas, totalizadas deste abril de 2010, isto é, em menos de um ano de existência já conseguimos uma visibilidade considerável. Isto, sem grandes divulgações patrocinadas, dedicação exclusiva (às vezes falta tempo de atualizar), utilizando apenas as redes sociais para divulgação do conteúdo e agregando interessados na temática.

Resultado da pesquisa

A fim de traçar o perfil dos leitores do blog, foi criada uma enquete que ficou exposta na página inicial, por aproximadamente 4 meses recebendo 27 votos no total. Podemos perceber pelos resultados expostos na figura ao lado, que não há um perfil padrão ou um grupo específico de pessoas que buscam informações sobre Educação Ambiental, pois recebemos votos em todas as categorias pesquisadas.

No entanto vale ressaltar que o maior percentual de pessoas que entram no blog Educação Ambiental Crítica, 22,2 % são curiosos sobre o assunto ou são estudantes de graduação em busca de informações para realizarem um trabalho acadêmico. Pós-graduandos e professores também fazem parte de grande número dos leitores, cada um representando um percentual de 14,8 %.

Esta pesquisa teve como objetivo apenas obter o levantamento preliminar, do perfil dos leitores sem pretensão de ser um resultado final, até porque o número de pesquisados foi bem pequeno. No entanto, ela reforçou o quanto é necessário, o trabalho de divulgação de ideias sérias e fundamentadas em educação ambiental para todos, esta educação ambiental que tanto necessita de uma postura crítica diante da análise complexa dos problemas socioambientais do mundo atual.

Há muito que fazer ainda. Escrever e estudar Educação Ambiental, é atualmente uma área de interesse plena em minhas práticas docentes, acadêmicas e de pesquisa.

Tive a ideia de criar um blog, com a proposta de falar sobre a educação ambiental crítica, transformadora e emancipatória buscando: (1) Analisar criticamente o processo pelo qual se tem feito Educação Ambiental no Brasil; (2) Elucidar o uso popularizado de termos ecológicos como, por exemplo, sustentabilidade, reciclagem, aquecimento global, entre outras temáticas pertinentes; (3) Buscar analisar sempre o todo e não as partes dos problemas socioambientais; (4) Sensibilizar os leitores na busca de novas atitudes que levem a mudanças, acima de tudo críticas, em relação aos problemas socioambientais; e (5) Estimular a participação e ação social ao exercício da cidadania plena.

Acredito que a avaliação é necessária para julgarmos qualquer trabalho desenvolvido. Pelo exposto, pelos números e perspectivas em relação ao desenvolvimento deste Blog, esta auto-análise sugere que o Educação Ambiental Crítica tende a um crescimento como meio de divulgação na temática da Educação Ambiental.

Ps. Aceito comentários, críticas e sugestões sobre o blog. A opinião de vocês é essencial para o desenvolvimento de novos posts.

Anúncios

11 opiniões sobre “Blog Educação Ambiental Crítica: uma auto-análise necessária

  1. Ola Barbara!

    Parabéns pelo seu trabalho, gostaria que vc me ajudasse, sou estudante de Gestão Ambiental eu vou fazer um projeto de iniciação científica voltado a Educação Ambiental na cidade de São Paulo, estou com dificuldade para escolher um tema .
    O vc acha o que posso fazer?
    Estou concorrendo a uma bolsa e quero escolher algo que desperte o interesse da banca que vai analisar o projeto.

    Grata Michele.

    • Michele,

      Bom isso é tão difícil de ajudar pela internet… mas, vou tentar. Bom, pojetos em Educação ambiental tem que ser realizados considerando a especificidade do público e localidade a ser trabalhada. Uma boa maneira de fazer isso é escolher um local que você julgue necessário um projeto dessa natureza e começar, a partir do diganóstico socioambiental, a levantar problemas e potencialidades para que você use a seu favor no seu projeto. Não pense muito grande não, às vezes algo pontual pode ser muito importante para a melhora da qualidade de vida e ambiental de uma região e nós nem damos importância, mas para quem mora ali é fundamental. Bem, se quiser conversar mais sobre me envie um e-mail: barbara.dcd@gmail.com

      abs,
      Bárbara

  2. oi barbara sou a bruna eu quero participar do blog porque quero mostra para as pessoas como nao provocar inchentes e sem poluissao no mundo

  3. e sei uma forma de nao forma inshentes eemplo: vc chupa uma bala enves de jogar no chao guarda no bolso, porque se aquele pacote de bala se juntar com outros lixos tampa o espaço que a chuva escorre e acumula e forma uma enchente

    • Olá Bruna,

      Com certeza, mudanças de comportamento individuais são importantes, mas acreditamos que elas não são, somente única solução para os problemas ambientais.

      att.
      Bárbara

  4. ola barbara, outro exemplo: se vc ta comendo salgadinho em vez de jogar no chao nao espera chegar em casa ou em alguma cassamba de lixo para jogar porque se aquele pacote de salgadinho se misturar com outros lixos tamapa um espaço que a chuva paça e aqumula muita agua e forma inchentas vc concorda com mjigo de dar ideias para as pessoas como nao polur o mundo?

  5. e barbara olha como eu me enteresso pelo ambiente so tenho 10 anos e ja pensso no ambiente tem pessoa grande que nem pensa

    • Olá Bruna,

      Pois é, a nova geração começará cada vez mais cedo se interessar, por essas questões ambientais. Mas é interessante pensar um pouco mais, ir além e tentar entender o que causa a degradação ambiental… Aí é que a discussão fica bastante intressante. Pense nisso.
      att.

      Bárbara

  6. eu vi nem um site que a dregradaçao ambiental e um problema que afeta to o planeta depois eu olho dereito e escrevo no bolg ai as pesoas que ver vai entender melhor oque e dregraçao

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s