O conceito de meio ambiente: entre signos e representações sociais

No próximo dia 5 de Junho, será o Dia Mundial do Meio Ambiente e pretendo iniciar algumas reflexões sobre este conceito, colocando em pauta, a seguinte questão: O que para nós representa o conceito de meio ambiente? Especialmente eu por estar estudando, semiótica, tenho despertado o interesse em mim, por análises mais profunda de quais são os signos que para nós, especificamente representam o conceito de meio ambiente.

No entanto, antes de ir ao conceito de meio ambiente, vamos definir o que é semiótica, que nada é que o estudo dos signos e das ações dos signos. Os signos seriam “algo no lugar de algo”, ou seja, os signos podem ser qualquer coisa que facilitem e/ou permitam a compreensão do que é objeto (ou conceito) pelo sujeito. Assim os signos só existem, para levar o significado do objeto (ou conceito) ao sujeito, num processo que se denomina semiose, ou seja, a ação do signo sobre o sujeito.

Assim ao refletirmos sobre o conceito de meio ambiente, utilizando algumas noções referentes ao conceito de representação social, principalmente as contidas em REIGOTA (1995), quando ele se apropriando das definições de MOSCOVICI, propõe as representações sociais como sendo um conjunto de princípios construídos na interação entre os grupos sociais.

O sentido de uma representação social, é que ela por sua natureza construída, dentro das relações sociais, portanto cultural, esta irá ser carregada de vários signos, pois, toda representação é um signo, e estes signos irão variar de acordo o grupo o qual estamos inseridos.

Pode a cidade ser considerada meio ambiente?

Quais serão os diferentes signos que participam da formação do conceito de meio ambiente? Talvez sejam muitos, mas com toda certeza as diferentes visões sobre o meio ambiente, se relacionam às imagens mentais de grupos de pessoas a respeito deste conceito. No entanto, nem todos os signos que tentam construir o conceito de “meio ambiente” serão suficientes para o representar em sua totalidade, pois, uma característica da própria representação é sua incompletude, ao tentar representar o objeto, no caso o conceito de meio ambiente.

Esse conceito é deverás polissêmico, e não consensual, carregado de um conjunto simbólico enorme, por exemplo, muitas pessoas relacionarem o conceito de “meio ambiente”, a ecossistemas naturais (sem a presença humana), e isto se relaciona diretamente ao “mito moderno da natureza intocada” de DIEGUES (2004). Essa representação comum de meio ambiente é ao mesmo tempo simbólica quando pensamos em meio ambiente como sendo ambientes florestados (florestas tropicais) e icônica, quando inevitavelmente nos remetemos a cor verde, no que se refere a cor das florestas…

Mas será que o conceito de meio ambiente é composto apenas por florestas ou ecossistemas intocados? A resposta não virá neste post, pois a intenção é mesmo provocar questionamentos e não apenas responder a questão. Pense em quantos e quais, signos participam da formação do conceito de meio ambiente para você? Com toda certeza não serão os mesmos que os meus, mas, certamente poderemos observar nas respostas algumas similaridades no que podemos denominar de núcleo compartilhado de significados. Mesmo que nós nos exercitemos nessa construção coletiva, a soma de todas as representações simbólicas não darão como resultado final o objeto “meio ambiente”, mas podemos ao menos tentar.

Referências:

DIEGUES, A. C. S. O Mito moderno da natureza intocada. São Paulo, Ed. Hucitec, 2004. 382 p.

REIGOTA, M. Meio ambiente e representação social. São Paulo: Cortez, 1995.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s