Cinco de Junho – Dia Mundial do Meio Ambiente

Talvez apenas tenhamos o percebido a ponto de termos sua importância lembrada hoje, inclusive em várias camadas da sociedade, somente após uma irreversível e constante degradação.

É onde a vida, inclusive a nossa, pôde constituir-se biológica e culturalmente diversa. Não tem como marca, ser apenas intocado ou natural, embora, muitos ainda o percebam e imaginam como sendo o próprio paraíso na Terra, é claro, que sem a nossa presença. Aqui, por exemplo, como eu o julgo e vejo, ele se apresenta cinza, caótico e urbano.

No entanto, onde quer que você esteja neste momento, tendo ou não consciência disso, você é, está e faz parte dele. Mesmo que ele somente também exista, a partir de nossas próprias ou coletivas representações a respeito do que ele é ou vem a ser, local de onde se extraem os recursos, planta-se o alimento, constrói-se e vive-se.

Reconhecida sua importância, vamos encará-lo como o espaço físico, biológico, econômico, político e social onde vivemos. Não vamos falar de eminentes crises socioambientais, pois esta anunciação exagerada apenas constrói diante de nós cortina de fumaça que atordoa o refletir e não favorece o agir.

Que o dia de hoje 5 de Junho de 2011, se inicie um pensar, um refletir visando a consciência. Ser consciente não significa apenas mentalmente relacionar-se com o ambiente de maneira subjetiva, auto-consciente, precisa, clara e concisa, é ir além, do perceber-se em estar no mundo, mas ser no mundo e do mundo.

Anúncios

3 opiniões sobre “Cinco de Junho – Dia Mundial do Meio Ambiente

  1. É uma data que vem ganhando cada vez mais a atenção da sociedade, um convite a reflexão e a mudança de hábitos, assim eu acredito!

  2. PARA ALGUNS, UMA DISCUSSÃO INCONVENIENTE
    PARA OUTROS, UMA DISCUSSÃO NECESSÁRIA
    E PARA VOCÊ?

    O evento deveria prever um debate sobre a importância de oferecer aos professores (através de oficinas) as bases para a adoção do instrumento “avaliação da percepção ambiental” de seus alunos. Uma instrumento que disponibiliza aos professores um pré-diagnóstico do nível de percepção ambiental de seus alunos, informação imprescindível que deveria estar disponível antes da estruturação / adoção de qualquer Programa de EA. Há aspectos que diferenciam a EA do século XX e aquela que se faz necessária ao século XXI. Os gestores educacional e ambiental não podem se furtar a esta reflexão.

    roosevelt@ebrnet.com.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s