Erro no sistema

Quando pensamos nas grandes questões ambientais, é interessante, não realizar a separação, entre o ser humano e a natureza. Este modo de pensar caracterizou por muito tempo as lutas ambientalistas, dos anos 70, 80 e 90… No entanto atualmente, as linhas de pensamento mais modernas sobre o assunto, inserem o ser humano nessa análise e logo o mais correto é a análise das questões socioambientais.

Se considerarmos que a maior parte dos problemas socioambientais, não  estão especificamente no fato em si da degradação, como por exemplo a poluição, o desflorestamento e a exploração de recursos, mas especificamente no modo, como essa degradação acontece, ou seja, como o próprio ser humano se relaciona com a natureza. No atual modelo de desenvolvimento econômico e social, a natureza é vista como uma mercadoria, objeto de consumo ou meio de produção.

É esta crítica mais profunda que buscamos neste blog. Ao falarmos apenas da degradação, poluição, desflorestamento e exploração de recursos, estamos caindo numa análise reducionista. Pois, não considerando o ser humano na questão, logo, estamos falando apenas de problemas ambientais. Mas, essas relações de degradação dependem estritamente da própria ação do ser humano para que elas aconteçam.

E o ser humano está diretamente inserido nessa relação, seja extraindo ou produzindo seja lucrando ou sendo explorado. O ponto que gostaria de chegar é, como foi dito acima, neste caso estamos analisando a relação do ser humano com a natureza: uma relação socioambiental. É impossível pensar no meio ambiente sem a presença humana, pois é através de seu trabalho que o ser humano modifica a natureza e é por ela modificado.

E esta exploração da natureza, quase sempre se relaciona com a exploração do próprio ser humano. A lógica do capital é explorar o trabalhador e a natureza, assim o aviltamento das condições humanas de trabalho, está diretamente relacionado à lógica predatória que devasta a natureza.

Por este mesmo motivo, na minha opinião, é impossível dissociar uma análise de problemas socioambientais, de uma crítica ao próprio sistema capitalista. A educação ambiental crítica, não pode e não deve fugir a esse debate. Inclusive, acredito que e a forma mais eficaz de se pensar em educação ambiental, é educar para a crítica, educar para o debate e para o embate.

O ser humano produz o meio que o cerca e é ao mesmo tempo seu produto, e as nossas relações com a natureza fazem parte de nossa própria história. Temos que deixar de lado essas análises meramente ambientais e começar a desvelar a raiz mais radical do problema, ou seja, o modo de produção. Há uma necessidade urgente de evocarmos um novo paradigma, no qual é necessária uma mudança nesta relação destrutiva com a natureza, nem que para isso tenhamos que mudar o sistema.

Erro de sistema O capitalismo deixou de funcionar! Instalar novo sistema? OK

Anúncios

4 opiniões sobre “Erro no sistema

  1. Pingback: Educação ambiental crítica pela democratização da comunicação #DemoCom #Eblog « Educação Ambiental Crítica

  2. hehehehe Ao ver o título do post, soltei um “tsc” pensando que o site tinha sofrido algum problema de servidor. Mas tô lendo o restante e tô gostando =)

    Aliás, amei a proposta do site: a educação ambiental crítica e emancipatória. É esse ramo de EA que eu não só simpatizo, como também sou apaixonado.

    Parabéns e obrigado pelo blog =D

    bjos

    • Olá Robson,
      Que bom que compartilhamos da mesma simpatia e paixão pela educação ambiental crítica. Esse foi o sentimento que me levou a criar o bog, para que mais pessoas assim como nós possam conhecer essa outra face, mais crítica da educação ambiental. Obrigada pela visita e volte sempre.
      um abraço,
      Bárbara

      Ps. Dei uma olhada rápida em seu blog, evou voltar a visitá-lo com mais frequencia, quem sabe uma parceria?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s