Divulgação – 25 anos sem Chico Mendes: Resgate Histórico e Novas Reflexões


Estamos utilizando o espaço do blog para a divulgação do evento organizado pelo GPTEEA – Grupo de Pesquisa em Trabalho-Educação e Educação Ambiental do IFRJ, que marca os 25 anos do assassinato do líder seringueiro, sindicalista e ativista ambiental Chico Mendes: 25 anos sem Chico Mendes: Resgate Histórico e Novas Reflexões que ocorrerá de 26 a 28 de Novembro de 17h30 às 20h no IFRJ do Campus de Nilópolis.   Continuar lendo

Anúncios

Paz verde


Há algum tempo aqui no blog, tive a ideia de analisar uma letra de música interessante do ponto de vista das relações de consumo, chamada Bolsa de Grife da Vanessa da Mata. Além de prazeroso o processo de escrever o post, este me rendeu alguns elogios e incentivos.  Apesar de ter gostado bastante de realizar essa análise, essas coisas não acontecem toda hora, pois eu não ouço música pensando em escrever  posts…

No entanto recentemente, revisitando algumas músicas de uma banda antiga que eu ouvia quando era mais nova, tive Continuar lendo

Uma outra visão: ciência, tecnologia e meio ambiente


Há uma espécie de consenso entre muitos ambientalistas, quando o assunto é a questão da degradação ambiental, de que a ciência e tecnologia podem ser grandes mitigadores, restauradoras e até mesmo salvadoras de todos os nossos problemas. Podemos, por exemplo, analisar a questão do aquecimento global antrópico, cuja principal causa é a queima de combustível fóssil, emitida por indústrias e automóveis. Neste caso, é muito difundido que a substituição por meios de produção menos poluentes e a produção de carros elétricos, por exemplo, podem trazer a miraculosa solução para esta questão Continuar lendo

Sobre o dia mundial sem carro


Gostaria de ter escrito esse post ontem 22 de Setembro,  mas estava deveras ocupada para tal, vale lembrar que a motivação era poder realizar uma análise sobre a campanha do “Dia mundial sem carro”. Talvez eu seja uma das poucas pessoas que não vai apoiar integralmente a campanha a favor do “dia mundial sem carro”, mas para isso eu tenho argumentos e pretendo compartilhar com vocês, no final fique a vontade, para concordar ou não concordar. A ideia original do post é ser provocativa mesmo. Continuar lendo

Compre sua “consciência tranquila”, aceitamos cartão de crédito


O que a educação ambiental crítica se propõe é ser crítica. A crítica, não é falar mal por falar, ou apenas apontar os erros de maneira leviana, é propor uma reflexão profunda pautada em argumentos. Uma educação ambiental que se pretenda crítica, deve reivindicar todo o conhecimento por de trás dos fatos, relevando “verdades” e desvelando “mentiras”, não visando contudo, construir uma nova “verdade”.

O post de hoje será baseado em uma experiência acontecida, durante uma aula do mestrado, onde estávamos em um Continuar lendo

Do pós Guerra aos 70: O nascimento do movimento ambientalista


É fato que a influência humana relacionada ao seu desenvolvimento social, sempre causou impactos sobre a natureza, variados em intensidade, grau, modo e duração. Esses impactos podem então ser reconhecidos como algo inerente à própria existência do ser humano sob a Terra. É fato também, que em nenhum momento de nossa história, esses impactos foram tão profundos e intensos, a ponto de questionarmos a nossa própria sobrevivência no planeta.

Embora o ambientalismo deva ser observado como um movimento plural e composto por diversos atores sociais, foi ele que Continuar lendo